Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008
Sexta-feira, 03.10.2008

Prescindi (armei-me em esperta) de uma semana de férias em Agosto, porque não estava bem entrosada no trabalho, queria estar cá na mudança de escritório... etc, etc. Pedi encarecidamente (armei-me em parva) ao meu boss que me desse uma semaninha no fim de setembro que era mais fixe. Como a dita semana passou e não me disseram nada, resolvi (armei-me em durona) ligar ao boss e comunicar-lhe que a semana que vem iria de férias.

 

Resultado: passei uma semana a ouvir 3 vezes ao dia "Você vai de férias na pior altura!". Junta-se a isto o pânico de estar efectivamente de férias, alguém vir à minha mesa e descobrir tudo aquilo que tinha para fazer e não fiz. Sinto-me como uma assassina que escondeu mal o cadáver e está a fugir à liberdade condicional.




1 comentário:
De Anónimo a 8 de Outubro de 2008 às 15:16
Essa vacation guilt é mais velha c'a guerra ao soco.


Comentar post

"Personally I'm always ready to learn, although I do not always like being taught." Winston Churchill

mariajoaoso (arroba) gmail.com
 
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


todas as tags