Sábado, 29 de Outubro de 2005
Sábado, 29.10.2005
Foi só nesse dia, quando finalmente conseguiu olhar para a sua cara, despojada de vida e feita objecto (como todo aquele corpo inerte e vazio deitado na cama de hospital), que conseguiu pensar no sentimento que lhe restava. Apesar de todo o ódio cultivado ao longo dos anos, queria beijar-lhe os olhos e dar-lhe um pouco mais de vida.


Sexta-feira, 28 de Outubro de 2005
Sexta-feira, 28.10.2005
O branco é um incentivo a não escrever parvoíces.


Sexta-feira, 28.10.2005
Descobriu o seu caderno de apontamentos num metro, abandonado pelo dono, despojado de carinho e cheio de amor para dar. Leu todas as frases soltas lá deixadas, tentou juntá-las num fio condutor que lhe desse alguma ideia da vida de quem o escreveu. Aperciou os desenhos como se de um artista se tratasse e criou à volta dele a personagem que desejava que ele fosse. A relação amorosa e a paixão acabaram na última página onde o seu nome estava escrito. Adérito.


Quinta-feira, 27 de Outubro de 2005
Quinta-feira, 27.10.2005
Vinha em busca do amor pelo passeio, na certeza de que este apareceria completanto a sua oferta. E o único homem que lhe respondeu ao "eye contact" nessa tarde viria a ser o seu companheiro de terapia de grupo. Escondem o seu momento de luxúria dos restantes e ela ama-o mais a cada neurose que passa.


Quarta-feira, 26 de Outubro de 2005
Quarta-feira, 26.10.2005
Eles que expliquem.Aqui o porquê, aqui o talvez porque não.

Não serão estas células o presente mais bonito que a natureza nos deu? E mais que as possibilidades genéticas, medicinais, curativas ou criadoras, não terão elas uma grande capacidade poética?


Quarta-feira, 26.10.2005

Nu fundo tudo é uma celebração.


Terça-feira, 4 de Outubro de 2005
Terça-feira, 04.10.2005



...And with no bra my ninny's sag down low
My hair ain't never hung down to my shoulders
And it might not grow
Ya' never know

But I'm clever when I bust a rhyme
I'm cleva always on ya' mind
She's cleva and I really wanna grow
But why come you're the last to know?

I got a little pot in my belly
So now a days my figure ain't so fly
My dress ain't cost nothin' but seven dollars
But I made it fly
And I'll tell ya why

But I'm clever when I bust a rhyme
I'm cleva always on ya' mind
She's cleva and I really wanna grow
But why come I'm the last to know?


(erykah badu, cleva)


Sábado, 1 de Outubro de 2005
Sábado, 01.10.2005
Jarabe de Palo - Depende
Erykah Badu - Baduizm Live
George Michael - Songs From The Last Century
Quinteto Tati - Exílio
Monsoon Wedding - O.S.T.
Yo-Yo Ma, Bobby McFerrin - Hush
Miles Davis - Kind Of Blue
Mthew Herbert - Secondhand Sounds


"Personally I'm always ready to learn, although I do not always like being taught." Winston Churchill

mariajoaoso (arroba) gmail.com
 
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


todas as tags