Quinta-feira, 29 de Maio de 2008
Quinta-feira, 29.05.2008

Os meus 7 votos (sete!) não me valeram de absolutamente nada. As minhas tentativas de, um a um, tentar esclarecer todo o bom sócio da grande borrada que estava disposto a aceitar e ainda agradecer o que lhe impingiam, foram infrutíferas. Nem mesmo quando, já a horas adiantadas e de cabeça louca e doente, me pus a gritar "ladrões" e "aldrabões" aos senhores que os tais bons sócios se dispuseram a eleger, nem mesmo aí me serviu para alguma coisa.

 

O resto do património do Sporting Clube de Portugal (tem de se escrever tudo muito certinho, não vão as pessoas confundir a palavra Sporting com o que é hoje a SAD) deixou ontem de estar nas mãos dos sócios para passar para as mãos dos accionistas. A Academia de Alcochete, bandeira usada por estes senhores para justificar muita merda que se tem feito, será vendida a preço de custo à SAD, que fará dela o que bem entender a partir saí.

 

Tenho reminiscências de conversas de um passado recente que me assolam o espírito. Re-mi-nis-cên-ci-as, pessoal!

 

-Mas ficamos sem modalidades?

-Sim, mas temos sempre a Academia, o diamante em bruto do Sporting que nos dá muito prestígo.

 

-Mas agora vendemos os terrenos, é? É preciso?

-É sim senhor, que estamos muito mal. Mas temos sempre a Academia, o diamante em bruto do Sporting que nos dá muito prestígo.

 

-Agora este dinheirinho todo do património é para pagar tudo aos senhores dos bancos, não é?

-Pois, não sei. mas olha este jogador fantástico que temos aqui para ti, e já agora olha que giro que é este cartão de sócio novo com o símbolozinho do BES no canto. E além disto tudo temos sempre a Academia, o diamante em bruto do Sporting que nos dá muito prestígo. 

 

Os senhores que lá estão continuam a dever-se todos esquisofrenicamente uns aos outros, e aos bancos então devemos todos! Mas agora, ossana! Temos sempre o dinheirinho da Academia.

 

Dinheirinho fixe para comprar jogadores de qualidade como nos últimos tempos têm sido, dinheirinho fixe para injectar na SAD, dinheirinho muuuuito fixe quando o cêntimetro quadrado em Alcochete custar mais que as chuteiras do Purovic, por exemplo.

 

Não ponho lá mais os pés, estou-me perfeitamente nas tintas de quem joga com quem, nem quero inadvertidamente decorar um nome de um jogador do meu clube. Os queridos credores/devedores/esquisofrénicos/accionistas/sócios que mandam naquela empresa (sim, empresa) que peguem no dinheirinho fixe deles e paguem a pessoas para ir bater palmas ao estádio. Comigo já não contam.

 

 




1 comentário:
De Exactamente a 31 de Maio de 2008 às 10:22
É isso mesmo MJ. Embora lá fazer uma OPA sobre a SAD para ficarmos com metade de Alcochete e encher de prédios. Alguém na SAD é construtor civil? Não estou a ver ninguém, devem ser boatos, aquilo é só médicos e professores pá...
Por outro lado, se para ficar com o Derlei é preciso hipotecar a adcademia, então nem é preciso pensar duas vezes, chame-se a notária.
Ainda bem que sou do Benfica, onde estas coisas nunca aconteceram, nem têm qualquer chance de acontecer.


Comentar post

"Personally I'm always ready to learn, although I do not always like being taught." Winston Churchill

mariajoaoso (arroba) gmail.com
 
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


todas as tags