Terça-feira, 4 de Novembro de 2008
Terça-feira, 04.11.2008

 

Está aí um novo dia, malta. E está aí o Bobby Kennedy que a nossa geração merece. Rejoice, é hoje!




Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008
Quarta-feira, 24.09.2008

"As long as the aggressors, because of their financial, political and propaganda powers, not only escape punishment, but even claim righteousness, and as long as wars are started and nations are enslaved in order to win votes in elections, not only will the problems of the global community remain unsolved, but they will be increasingly exacerbated."

 

Um brinde para quem adivinhar quem disse isto.




Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008
Sexta-feira, 05.09.2008

 

Tem o grande azar de ser gira e republicana. Fora isso podia dominar o mundo.




Terça-feira, 3 de Junho de 2008
Terça-feira, 03.06.2008




Sábado, 26 de Abril de 2008
Sábado, 26.04.2008

Gostava de ter tido um 25 de Abril assim.




Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
Quarta-feira, 13.02.2008

 

Desafio lançado pelos amiguinhos ali do lado, e eu como sou muito bem mandada fui logo faze-lo.

 

Serei feliz no dia em que o Obama for presidente e o Vozes de Burros estiver no sapo. E quando houver disponíveis hover-boards rosa shock como os do regresso ao futuro 2.




Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008
Terça-feira, 22.01.2008

 

Num salão de beleza em Charlston, na Carolina do Sul, uma repórter da CNN passou o dia com mulheres negras americanas a debater o tema das eleições do partido democrata. Todo a reportagem (com o título Gender or Race: Black women voters face tough choices in S.C.) gira em torno do conceito da dificuldade que tem uma mulher, negra, americana em votar num candidato. Barak é negro, Clinton é mulher... Dilema. Fala-se também de como no seio da comunidade negra americana a pressão sobre estas mulheres recai tendencialmente pela escolha da Raça em vez do Género. E fala-se também de ser esta a primeira vez que o voto deste sector da sociedade tem tanto peso.

 

Está tudo doido, é que eu digo. E não é triste só por ter de  ver a abordagem da história como uma visão paternalista, condescendente e sectária do mundo das mulheres afro-americanas, pintando-as como um bando de tolas que só sabem fazer escolhas primárias e desprovidas de valor. É triste isto ser jornalismo sério. E ser este realmente o tema que move aquele país.

 

Poucos debates políticos no mundo inteiro são mais inteligentes que os americanos. Verdade. Aliás, por mais que pensemos que são todos um bando de grunhos e iliterados, temos de ser realistas e admitir que qualquer John Doe da esquina sabe qual é a política de Saúde e Segurança Social da Clinton e onde está a decisão de Obama em relação às Células Estaminais, por exemplo. O debate de ontem teve momentos de conteúdo interessantíssimo, de humor, e de (pasmos, os americanos, com tamanha rudeza) interrupção uns dos outros e aumento do nível de voz.

 

O problema é que os anos passam, as campanhas passam, os líderes passam e ainda não perceram todos que os Media continuam a ter o tal grunho e iliterado eleitor  americano na palma das mãozinhas. Reportagens destas, que tentam mostral o lado limitado e básico da comunidade afro-americana, servem um unico propósito: alertar o voto branco. Vejam, repúblicanos, Democratas e os que mais, vejam o que estas palermas fazem do seu direito de voto. Vejam como elas não falam de conteúdo, de políticas, de emprego, de educação... Vejam como elas vão estragar uma eleição com argumentos inválidos e infantis.

 

Mas graças aos santinhos que há gente que ainda tem clareza de espírito suficiente, naquele país, para compreender a reportagem tal como ela é e reagir imediatamente. Diz a CNN que minutos depois da reportagem sair, froam inundados de e-mails furiosos e ofendidos.

 

E não me digam que isto não tem nada a ver connsoco, que não temos nada a ver com estas eleições porque temos. O futuro do mundo tem uma perninha assente nas mãos do senhor que se segue no trono americano, e nós devíamos ter muito, muito cuidado e atenção.

 

Eu, como seria de esperar, votava no senhor das células estaminais.





"Personally I'm always ready to learn, although I do not always like being taught." Winston Churchill

mariajoaoso (arroba) gmail.com
 
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


todas as tags